Inclusão

Como promover um ambiente de trabalho inclusivo na contratação de PCD

Apesar do aumento das contratações de PCD, muitas empresas ainda não oferecem um ambiente de trabalho inclusivo e confortável para esses colaboradores. Continuamos enxergando problemas de acessibilidade, preconceito, processos seletivos sem inclusão, entre outras questões.

Sabemos que contratar deficientes pode ir além da cota. Que problemas existentes precisam ser solucionados antes mesmo da efetivação do funcionário. Então, como trazer mais valor? É sobre algumas dessas questões que conversaremos no post abaixo.

Precisamos promover um ambiente inclusivo, para todas as pessoas! Esqueçamos, por enquanto, a obrigação da Lei de Cotas. Queremos aqui, focar no sucesso e no valor agregado à sua empresa.

Trabalhe o conceito de Onboarding na contratação de PCD

Onboarding nas contratações é a forma como a empresa integra os novos funcionários às equipes internas. São os primeiros dias, onde o colaborador ainda precisa conhecer, na prática, as suas ferramentas de trabalho, sistema de demandas, equipes integradas, etc.

A média é que um colaborador leve em torno de 6 meses para se adaptar completamente à cultura organizacional da nova empresa. Com o trabalho de Onboarding na contratação de PCD, uma grande barreira é quebrada e esse tempo pode reduzir para a metade.

O conceito é totalmente estratégico e mescla ações de orientação, acolhimento, supervisão, acompanhamento e treinamento intensivo. A metodologia já é praticada por grandes empresas de sucesso, como a Resultados Digitais, uma das maiores agências de Marketing do Brasil. Após serem aprovados, os Rdoers, como são chamados os funcionários, passam por todos os setores e são apresentados às funções de cada um deles. Isso permite que ele se familiarize e crie um sentimento de pertencimento com a instituição.

É o momento de você mostrar também para seus atuais colaboradores o valor na contratação de PCD. Você terá grandes histórias de superação e motivação para trabalhar em seu ambiente organizacional.

Saiba identificar – e admitir – os níveis de aceitação e rejeição

O preconceito é um dos males sociais e eliminá-lo completamente é um enorme desafio. Na contratação de PCD o preconceito está muito presente, muitas vezes escondido, e você deve buscar meios de identificá-lo e corrigi-lo, para que o ambiente de trabalho seja, de fato, inclusivo.

O trabalho de Onboarding, que indicamos anteriormente, já ajudará bastante neste processo. Você identificará os níveis de aceitação e rejeição da sua equipe e já pode traçar formas de mudar isso.

Adotar palestras conceituais sobre inclusão social e sobre a importância de ter pessoas com deficiência na equipe é um grande passo para empresas que efetivaram os seus primeiros funcionários. Quem já trabalha com PCD nas equipes, pode realizar pesquisas de satisfação com os funcionários, ter um apoio psicológico para possíveis situações de preconceito e bullying, etc. Essas são maneiras também de mensurar a aceitação e a rejeição que acontece em seu time.

É preciso tratar a rejeição de forma inteligente. Muitas vezes ela é proveniente da falta de informação, dos vieses inconscientes ou até mesmo, de funcionários que não sabem como agir com os novos colegas de equipe. Tentar eliminar essas situações com punições ao colaborador, pode até mesmo aumentar o problema.

Ensine que acessibilidade não é vantagem apenas para as PCDs

É comum que na contratação de PCD apareçam algumas questões, como as possíveis vantagens que os funcionários com deficiência têm sobre aqueles que não estão nessa condição física. É importante ensinar para a equipe que a acessibilidade é uma condição necessária e vantajosa para todos.

Portanto, banheiros maiores, uso de elevadores em vez de escadas, cadeiras diferenciadas, mesas de trabalhos adaptadas, tecnologias assistivas, além de permitirem a inclusão de funcionários com qualquer deficiência trazem maior conforto e autonomia para todos.

Uma boa maneira de promover as vantagens da acessibilidade, é realizando atividades que mostram as necessidades dos funcionários com deficiência. Você pode também trabalhar infográficos impressos ou materiais disponibilizados na intranet da instituição. Explicar os motivos é sempre um bom primeiro passo para eliminar qualquer entendimento errado e possíveis situações de preconceito.

A elaboração de materiais informativos ajuda bastante a criar um ambiente de trabalho inclusivo na contratação de PCD. Como citamos no início do post, a empresa precisa se preparar para receber o funcionário com deficiência. Contudo, ela pode também promover que todo funcionário esteja atento aos locais, observando se não há bloqueios que não foram corrigidos, assim como o surgimento de novos.

O mapeamento da acessibilidade, deve ser feito acordo com a Norma Técnica Brasileira 9050 (NBR-9050).

Promova uma cultura organizacional inclusiva

Todos os pontos colocados anteriormente são importantes, mas o fator principal é trabalhar a cultura organizacional para construir um ambiente de trabalho inclusivo na contratação de PCD.

E para transformar a cultura da empresa é necessário envolver todos os colaboradores criando diferentes ações de forma contínua e periódica. Para isso é fundamental desenvolver uma estratégia que coloque a inclusão e a contratação de PCD em evidência constantemente.

O ideal é que seja criada uma programação pontual – como por exemplo, palestras a cada dois meses – para conscientização de todos, trazendo sempre temas atuais e importantes para a equipe.

Criar um grupo de afinidade PCD na empresa é uma estratégia interessante. Envolver, além das próprias pessoas com deficiência, colaboradores de diversos departamentos, contemplando gestores e um alto líder como patrocinador do grupo também ajuda no sentido de criar e multiplicar uma cultura inclusiva.

Esse grupo pode sugerir outras ações inclusivas e acompanhar as ações realizadas. Toda ação no sentido de produzir e multiplicar informações sobre a inclusão e contratação de PCD ajuda a desmistificar conceitos e a conscientizar os colaboradores sobre as vantagens de um ambiente de trabalho com oportunidades iguais para todos.

A sua empresa já pratica algumas das ações acima na contratação de PCD? Você pode acessar ainda mais dicas acompanhando nossas postagens aqui no blog e nas redes sociais!

A i.Social é uma consultoria com foco na inclusão social e econômica de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Acesse nosso site ou entre contato conosco para conhecer nossos serviços, vagas e treinamentos: i.Social – Soluções em Inclusão Social

atendimento@isocial.com.br | (11) 3891-2511


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *