Inclusão

Aprenda a se Relacionar com um Cão-Guia

Texto extraído de: Deficiente Ciente

25 de Abril – Dia Internacional do Cão-guia

Aprenda a se relacionar com um cão-guia:

1. Antes de mais nada saiba que sou um cão de trabalho e não um bichinho de estimação.

2- Meu comportamento e trato são totalmente diferentes dos outros cães e devo ser respeitado em minha dupla função de guia e fiel companheiro de meu dono.

3- Ah! E eu tenho hora e local para fazer minhas necessidades. Sei que durante meu trabalho não posso sair sujando por onde passo…

Leia também:

Conheça a Fábrica Totalmente Operada por Cegos nos Estados Unidos

Google Usa Motorista Cego para Testar Automóvel com Piloto Automático

4- Por favor, não me toque quando eu estiver trabalhando, ou seja, quando eu estiver com a guia. Se fizer isso posso me distrair e jamais devo falhar.

5- Se um cego com cão-guia lhe pedir ajuda, aproxime-se pelo lado direito, de maneira que eu fique à esquerda.

6- Se um cego com cão-guia lhe pedir informações, dê indicações claras no sentido em que deve dobrar ou seguir para chegar ao local.

7- Não se antecipe e nem pegue o braço de um cego acompanhado de um cão-guia, sem antes conversar. Muito menos toque na minha guia, pois ela é só para uso do cego que acompanho.

8- Eu, como cão-guia, estou habituado a viajar em aviões, ônibus, carros, acomodado aos pés do meu dono, sem atrapalhar os passageiros, tanto dentro como fora do país.

9- Podemos entrar em cinemas, restaurantes, hospitais… Tudo isso, graças ao forte treinamento que recebemos. Sempre ficamos acomodados aos pés do nosso dono.

10- Não precisa ter medo da gente.

Existe uma lei federal 11.126 de 2005 eo decreto nº. 5.904/2006 que obriga o transporte do cão-guia com seus donos.Vai ajudar a divulgar o que lhe disse?

Fonte: Portal Mara Gabrilli

Tags: , , , , , , ,

Não GosteiGostei (Sem votos)
Loading...

i.social

Sem comentários ainda.

Adicione sua resposta