Inclusão

Contratação de Deficientes – Crenças Corporativas

Texto extraído de: Bordini & Bordini Consultoria

Pesquisa: Crenças corporativas sobre Pessoas com deficiência

Resumo

A promulgação da Lei nº 8.213/1991, conhecida como Lei de Cotas, proporcionou a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. No entanto, o cenário corporativo é caracterizado pela resistência à contratação baseada nos preconceitos e crenças sobre as deficiências, capacidades e acessibilidade.

Este estudo teve como objetivo mapear as crenças e maiores dificuldades em ambiente de trabalho bem como os aspectos que podem contribuir para o desenvolvimento da vida profissional das pessoas com deficiência.

Para tanto, realizamos entrevista com trezentos colaboradores sob os critérios de inclusão: pessoas com deficiência auditiva, física, intelectual e visual com idade a partir dos dezenove anos que trabalham em organizações privadas e públicas, nacionais e multinacionais.

Os resultados indicam 13 crenças que interferem no processo de inclusão, 19 maiores dificuldades encontradas na empresa e 23 aspectos que podem contribuir para o desenvolvimento da pessoa com deficiência na empresa.

Pode-se concluir que os fatores que englobam a acessibilidade, processo de inclusão e retenção no trabalho estão relacionados a aspectos comportamentais da pessoa com deficiência e dos membros da empresa.

Realização: Junho de 2012 à Junho de 2013

Publicação: Agosto de 2013

Clique aqui para ler o Artigo Compacto com os resultados. (Total: 07 fls.)

Clique aqui para ler o Artigo Completo com os resultados e estatísticas. (Total: 24 fls.)

Martin Pinto Garcia Bordini

Coordenador da pesquisa “Crenças corporativas sobre Pessoas com deficiência”

Fisioterapeuta especializado em Reabilitação Neurofuncional pela Santa Casa de São Paulo

Bordini & Bordini Consultoria

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Não GosteiGostei (Sem votos)
Loading...

i.social

Sem comentários ainda.

Adicione sua resposta