Inclusão

Diferença entre contratar e incluir pessoas com deficiência

Qual é a diferença entre CONTRATAR e INCLUIR pessoas com deficiência?

Contratar pessoas com deficiência é uma obrigação legal das empresas com 100 ou mais funcionários que precisam atender a legislação de cotas vigente no Brasil. Essas empresas devem reservar de 2% a 5% de suas vagas a profissionais com deficiência, dependendo do seu porte, de acordo com as regras da lei nº 8.213/91. A lei de cotas é o principal instrumento de inclusão de PCDs no mercado de trabalho formal, contudo é uma obrigação que não garante necessariamente uma inclusão de qualidade, já que sabemos que ainda grande parte das empresas contratam candidatos com deficiência apenas para não serem multadas.

Incluir, por outro lado, significa ir mais além do que simplesmente providenciar a contratação exigida por lei. As empresas com atitude inclusiva dispõem de mecanismos que permitam ao profissional com deficiência desempenhar atividades equivalentes à sua formação, oferecer ambiente de trabalho livre de barreiras estruturais e atitudinais, ter oportunidades de crescimento iguais aos demais colaboradores e contar com a orientação de chefes ou profissionais de recursos humanos para o suporte de possíveis dificuldades ou limitações.

Inclusão

A inclusão é pautada em valores éticos. Idealmente, o processo de inclusão deveria direcionar os candidatos para vagas onde eles possam crescer e se desenvolver profissionalmente – e não o que geralmente acontece: a reserva de cargos pouco atrativos para as PCDs. “Quando o foco é bater a meta da cota, a inclusão de pessoas com deficiência é encarada pela empresa como custo. Assim, são destinadas as piores vagas a esses candidatos para que o custo de atender a lei seja o mais baixo possível”, afirma Jaques Haber, sócio-diretor da i.Social.

Jaques também afirma que, ao oferecer uma vaga pouco atrativa, a empresa atrai uma parcela mínima de candidatos que se interessam em ocupá-la e acaba perdendo a oportunidade de contar com profissionais repletos de potencial que poderiam contribuir, de fato, para os seus negócios. “Incluir” é uma forma de reconhecer a igualdade entre as pessoas com e sem deficiência e promover a igualdade de oportunidades para candidatos que, de um modo geral, têm mais dificuldades em entrar no mercado de trabalho.

Quando a inclusão é feita corretamente, fica perceptível que o trabalhador com deficiência é tão produtivo quanto qualquer outro funcionário. No entanto, se a empresa apenas o contrata, mas não oferece as ferramentas corretas que permitam que ele exerça suas tarefas com excelência, a ideia preconceituosa que permanece é a de que uma pessoa com deficiência é menos produtiva que os demais colaboradores.

Ao exercerem uma atividade remunerada, as pessoas com deficiência são mais valorizadas, passam a se sentir mais úteis e, como consequência positiva, tornam-se consumidoras, contribuindo progressivamente para a economia e para o crescimento da empresa. Por isso é importante que a contratação de PCDs não seja vista apenas como preenchimento da cota, mas sim como uma responsabilidade social a fim de dar a essas pessoas o direito fundamental ao trabalho.

E então, sua empresa contrata ou inclui pessoas com deficiência?

2 Replies to “Diferença entre contratar e incluir pessoas com deficiência

  1. Sou pneus auditiva bilateral, procurei me qualificar em várias áreas, para conseguir uma colocação melhor no mercado de trabalho, infelizmente as barreiras me impede de prosseguir. O último processo seletivo foi em uma escola, onde disputava a vaga de auxiliar de sala, quando disse a minha limitação, percebi que já não teria mais possibilidades. Enfim, a selecionadora me disse que me ligaria, mas soube por uma amiga que eles pegaram outra moça. Faço pedagogia, e se quero atingir meus objetivos tenho que buscar meu adaptar a turma. Mesmo explicando as minhas dificuldades, os professores seguem indiferente a mim. Infelizmente somos um estorvo para sociedade. A minha esperança é prestar um concurso e garantir uma vaga. Sou eficiente, mas como demonstrar minha capacidade sem uma oportunidade?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *