Carreira Inclusão

Empresas têm Dificuldades para Contratar Pessoas com Deficiência

Texto extraído de: Vida Mais Livre

Empresas da região do Vale do Paraíba vêm enfrentando dificuldades para contratar profissionais com deficiência. O Programa Emprega São Paulo conta com 847 vagas de emprego disponíveis, sendo que 168 oportunidades são para deficientes, mas os empregadores dizem que não conseguem encontrar mão-de-obra qualificada. Por lei, as empresas com mais de 100 funcionários são obrigadas a manter uma cota que varia de 2% a 5% de deficientes no quadro de colaboradores.

De acordo com Milena Guimarães, diretora regional do Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), são oferecidos cursos para pessoas com deficiências mas a procura pela especialização é pequena. “Os cursos não são especificamente voltados para deficientes, mas em geral a procura não é muita”, afirmou.

Leia também:

Contratação Irregular Rende Nova Multa à Ford

Pessoas com Deficiência: Expectativas e Percepções sobre o Mercado de Trabalho

Uma empresa de São José dos Campos encontrou uma solução para este problema. A própria companhia oferece qualificação necessária aos empregados. Segundo a gerente de Recursos Humanos, Ana Paula Cramez, eles realizaram uma parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). “Nós temos deficientes auditivos, visuais e físicos. A companhia lançou um programa de capacitação, onde fizemos uma parceria com o Senai para habilitar as pessoas”, relatou.

Com isso, a empresa ultrapassou o número de deficientes exigidos no quadro de funcionários. Cindilílian Barbosa é uma das empregadas que já foram promovidas de cargo. “Com um ano e meio eu fui ultrapassando as expectativas da área e das atividades exigidas pelo cargo e fui promovida a analista de importação para assumir novas atividades com maiores complexidades e poder contribuir com a empresa”, disse.

Fonte: G1 Vale e Região

7 Replies to “Empresas têm Dificuldades para Contratar Pessoas com Deficiência

  1. Gostaria de saber então porque estou desempregado. Possuo curso superior, pós-graduação e experiencia de mais de 20 anos em TI. Perdi a conta de envios de currículos e cadastramentos em sites e não obtenho resposta.

  2. A verdade é que ah muitas vagas de emprego para quem que ganhar pouco. As pessoas com deficiência e que são qualificadas não existem vagas. Vejo muita reclamação das pessoas falando que são contratadas mas não tem oportunidade de subir de cargo.

  3. Como assim as empresas estão com dificuldade em contratar pessoas com deficiência estou desempregado e já mandei vários currículos e nada, há empresas que estão precisando mas não contratam e ainda dizem que estão com dificuldade.

  4. As empresas não tem dificuldade de encontrar pessoas com deficiência, eles só não reconhecem um profissional qualificado o qual merece oportunidade de acordo com seu perfil e remuneração adequada, pois muitos deficientes ainda estão desempregados por falta de reconhecimento dessas empresas….Dê=nos uma oportunidade digna de nosso conhecimento e remuneração adequada e verás que realmente os problemas se resolverão para ambos.

  5. Empresas quererem contratar,mas dificultam…eu mesmo participei de um processo seletivo da AmBev(Jacareí) acaba sendo desgastante pelo cansaço de ficar o dia todo na empresa e na hora de passar por gestores,os mesmos procuram pessoas que gostem de puxar saco do chefe….tô fora!!!

  6. Na verdade as empresas contratam para cumprir as leis e não porque querem. Os salários são ruins e não tem vaga para pcd com curso superior na verdade eles tem medo que tomem o cargos deles e não contratam pois deficientes tem um talento a mais a superar muitas coisas. Sou formada em Direito e ninguém me contrata quando entram em contato é para oferecer um salário mínimo de merda. Unilehu entre outras agencias de deficientes são uma vergonha, vagas extremamente ruins. O jeito é limpar privada, pois são essas vagas que oferecem para nos, o resto. Temos que focar em concursos só assim teremos chances de crescer profissionalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *