contratar deficientes
RH Inclusivo

Descubra estratégias eficientes para contratar deficientes

Sabemos que contratar deficientes de início pode parecer uma tarefa árdua e complexa, mas não precisa ser. A internet trouxe uma imensa praticidade para o empregador e para o candidato. Hoje os processos estão bem mais simplificados, ágeis e sem tantos mistérios.

Entretanto, ainda há muitos escapes! Por exemplo, como você tem recrutado candidatos com deficiência para as novas vagas na empresa? Como as  suas vagas estão sendo divulgadas?

O Employer Branding é uma ótima estratégia para atrair os melhores PCDs para uma empresa, mas com resultados em médio e longo prazo. Para quem busca soluções mais imediatas, queremos mostrar como é possível contratar deficientes e ir além da Lei de Cotas na sua empresa. Contaremos no post, dicas para recrutar ótimos profissionais. Além disso, analisaremos a funcionalidade de outras ferramentas que são amplamente utilizadas no mercado. Veja quais são!

Comunicação para ações inclusivas

Sua empresa comunica as ações inclusivas que realiza? É preciso pensar em como apresentar a sua marca, principalmente nas redes sociais. Dizer para seus candidatos que você realizou, por exemplo, um treinamento para seus gestores. Que qualificou todos sobre a realidade das pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Outra questão é o posicionamento de profissionais da marca na internet. É importante orientá-los sobre linguagens utilizadas em postagens, principalmente com relação à inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Às vezes, saber o que não dizer já é meio caminho andado, mas saber como falar e, ainda, dentro de um plano estratégico, é melhor ainda.

Ferramentas como LinkedIn, Facebook e Instagram são ótimas para se comunicar com os candidatos PCD, e são ótimos canais para começar uma estratégia de Employer Branding inclusivo.

Acesse o perfil da Andrea Schwarz, sócia fundadora da i.Social, no LinkedIn para ver como ela se comunica com as pessoas com deficiência.

Banco de Talentos com consultoria

É importante também contar com um bom banco de talentos na hora de contratar deficientes. O melhor caminho para isso, é contar com o apoio de uma consultoria especializada na inclusão de pessoas com deficiência. Elas reúnem em seus bancos, uma grande quantidade de profissionais com perfis de qualificação diferenciados e que buscam por oportunidades no mercado.

Além disso as consultorias podem auxiliar no processo de comunicação, pois estão bem posicionadas nas redes sociais e se relacionam diariamente com as pessoas com deficiência.

Outra vantagem é que a consultoria possui conhecimento para avaliar o tipo de deficiência de cada candidato e pode verificar se as funções estão compatíveis com ele. É possível ainda, indicar ferramentas de trabalho necessárias, como tecnologias assistivas. Além dessas vantagens, dá para verificar o laudo médico do candidato e validar se aquele tipo de deficiência se enquadra de acordo com a Lei de Cotas.

Com o apoio de uma consultoria, o RH concentra-se em questões menos operacionais e mais estratégicas como a parte de comunicação. Dá para realizar definição das vagas e ações voltadas para a cultura organizacional, com foco em treinar e orientar a alta liderança, gestores e colaboradores para a construção de um ambiente de trabalho inclusivo.

Se quiser conhecer um pouco mais o banco de talentos PCD da i.Social acesse aqui.

Anúncios para contratar deficientes

Anunciar vagas PCD sem um bom plano de comunicação e sem trabalhar a cultura interna da organização, pensando apenas em contratar deficientes para cumprir a Lei de Cotas não trará resultado.

O anúncio para contratar deficientes deve estar integrado com uma estratégia maior de atração. Poucas empresas trabalham o Employer Branding voltado para a inclusão, mas as que já fazem estão colhendo resultados fantásticos. Isso se dá pelo fato de a competição pelos melhores profissionais ser acirrada e quem souber se posicionar melhor atrai os PCDs mais qualificados.

Entretanto, a estratégia não pode estar baseada apenas em comunicação ou em um texto politicamente correto no anúncio. A empresa precisa trabalhar o ambiente interno, a cultura organizacional, as ações culturais que transformarão o ambiente de trabalho em um local realmente inclusivo.

Vale lembrar que uma empresa inclusiva é aquela que oferece igualdade de oportunidades para todos, independente da deficiência ou de qualquer outra condição. É aquela que possui a alta liderança engajada, que acredita e aposta no valor da diversidade como estratégico para o negócio.Também aquela que os gestores enxergam os candidatos pelas suas qualificações e potenciais, além de suas deficiências.

Concluindo, o melhor caminho para contratar deficientes é possuir um bom plano estratégico integrando ações culturais, comunicação, apoio de consultorias especializadas e dedicação do time de RH para acompanhar e monitorar todas as ações, contando com o apoio e patrocínio da alta liderança da empresa.

A contratação de deficientes não pode ser apenas uma tarefa do RH. Ela deve ser parte de um processo mais amplo, de responsabilidade de todos, com vistas a construir uma empresa inclusiva que valoriza a diversidade e que atraia os melhores talentos, independente de deficiência, raça, gênero, sexualidade, idade ou qualquer outra condição.   

Você já conhecia as estratégias acima para contratar deficientes? O que achou de cada uma delas? Queremos convidar você para conhecer um pouco mais dos serviços que a i.Social oferece. Converse com um de nossos consultores! Entre em contato pelo formulário do site ou deixe um comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *