Inclusão

F123 Lança novo Software para Deficientes Visuais

Texto extraído de: Folha de S. Paulo

O Brasil tem 6,5 milhões de pessoas com baixa visão e 506 mil cegos, segundo o último censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Dentro desse contexto, um número significativo delas tem dificuldade de lidar com tecnologia.

Para diminuir esse problema, o F123, negócio social que desenvolveu um software de baixo custo para inclusão de deficientes visuais –a que mais atinge os brasileiros (23,9%)–, lançou uma nova versão com dicas para principiantes.

Leia também:

Hand Talk: Criatividade e Inovação da Molecada Brasileira

A Incrível História do Livox, o aplicativo verde-amarelo do Pai da Clara

“Parte do nosso desafio está focado no usuário, por isso fizemos essa atualização com mais apoio técnico e também capacitação”, diz o empreendedor social Fernando Botelho, sociólogo criador do programa e vencedor do Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro 2012.

A nova versão conta com menu simplificado, que contém aplicativos básicos e atalhos mais usados, versões atualizadas de todos os aplicativos, como leitor, ampliador de tela, navegador web e aplicativos do pacote Office, e ainda sistema de capacitação a distância para apoio nos cursos presenciais.

“As modificações são importantes principalmente para pessoas de cidades pequenas que poderão aprender sozinhas sobre como usar o software”, diz Botelho.

O programa, disponível em português, inglês e espanhol, tem como potenciais clientes 35 milhões de pessoas com deficiência visual. Criado para ajudar esse público a desenvolver atividades no ambiente de trabalho e na escola, o F123 tem o custo de R$ 250 a R$ 350, enquanto os programas tradicionais custam de R$ 1.600 a R$ 4.500.

“Nós também possibilitamos a doação para entidades filantrópicas. Só é preciso entrar no site cadastrar a instituição”, conta Botelho.

Além do preço e da versão mais acessível, o F123 também tem outro diferencial. “O programa pode ser instalado no computador e também no pen-drive. Dessa forma, a pessoa nem precisa ter seu próprio computador para usá-lo. Basta levar no pen-drive e instalar onde quiser.”

A versão 2013 também estará disponível em francês. Segundo Botelho, a expectativa é que o número de usuários, que é cerca de mil, dobre em três meses.

Tags: , , , , , , , , , ,

Não GosteiGostei (+1 rating, 1Votos)
Loading...

i.social

Sem comentários ainda.

Adicione sua resposta