Carreira, Notícias

Mude de Emprego | A vaga é sua – Parte II

Texto extraído de: Você S/A

A ajuda das redes

As redes sociais permitem cultivar um círculo muito maior de amigos com relativa facilidade e colaboram no networking. Por isso, atualmente, são parte importante do trabalho de busca de emprego. Mas deve-se ter atenção quanto ao modo de usá-las. Um dos pontos mais óbvios é não compartilhar publicamente a busca de nova vaga se você ainda está em foto pregado.

Mesmo que seu chefe não faça parte diretamente de sua rede virtual, vocês podem ter amigos em comum e a informação poderá chegar até ele. “Opte por abordar individualmente as pessoas que poderiam ajudá-lo para falar sobre seus planos”, diz Mariá Giuliese, presidente da consultoria de recolocação da Lens & Minarelli.

Outra orientação é sondar o amigo antes de pedir a indicação, para que ele não se sinta coagido a recomendá-lo. “Aproximese pedindo informações, comentando que soube que haveria uma vaga em aberto na empresa da pessoa e pedindo orientação sobre como se candidatar. Se ela quiser e puder auxiliá-lo, vai se oferecer naturalmente”, afirma Mariá.

Caso queira pedir ajuda para uma pessoa de quem não é tão próximo, aborde-a recordando de onde vocês se conhecem, dos amigos em comum ou do fato de fazer parte de um mesma comunidade virtual. Participe de discussões e divulgue informações que possam servir a outros usuários para solucionar problemas em seu mercado. A estratégia aumenta sua rede de contatos e talvez faça de você uma referência na área, o que pode render propostas de trabalho. “Use a rede também para ajudar, não faça contatos apenas por interesse”, diz Silvio Celestino.

Outra orientação para quem deseja colocar as redes sociais a serviço próprio na hora de buscar o emprego é ter atenção quanto ao conteúdo postado. Fotos com pouca roupa, frases com erros gramaticais, informações sobre relacionamentos afetivos e comentários polêmicos devem ser evitados.

“O que você comenta numa rede será lido e compartilhado por centenas e até milhares de pessoas”, diz Silvio. “Não publique nada que não faria ou diria numa rua lotada.” Seu perfil na rede corresponde a sua imagem pública. Avalie que imagem suas fotos e comentários estão transmitindo.

Amigo indica

Rodrigo Marcatti, de 30 anos, gerente de auditoria, contratado em fevereiro pelo escritório de Belo Horizonte da consultoria Pricewaterhouse- Coopers.

Rodrigo foi indicado para a vaga por um ex-colega que também está empregado na empresa. Ambos já trabalharam juntos na área de auditoria há quatro anos.

Além de ajudar Rodrigo, o amigo faturou um bônus, porque a empresa tem a política de remunerar os colaboradores cujas indicações resultam em contratações.

Para Rodrigo, o fato de ter sido apontado por um colega reforça os vínculos e aumenta o sentimento de lealdade dentro da equipe. “É uma responsabilidade de ambas as partes”, diz Rodrigo.

Disponível em: bit.ly/J2I5z0

O que achou desse post? Deixe seu comentário!

Tags: ,

Não GosteiGostei (Sem votos)
Loading...

i.social

Sem comentários ainda.

Adicione sua resposta