Inclusão

O preconceito como barreira na inclusão de pessoas com deficiência

O preconceito como barreira na inclusão de pessoas com deficiência

Os resultados da terceira edição da pesquisa Profissionais de Recursos Humanos – Expectativas e percepções sobre a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, realizada pela i.Social, apontam que o preconceito, assim como falta de acessibilidade, foco exclusivo no cumprimento da cota e percepção de baixa qualificação dos candidatos com deficiência, é uma das grandes barreiras na inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. De acordo com a pesquisa, 70% dos profissionais de RH entrevistados acreditam que as pessoas com deficiência sofrem preconceito no ambiente de trabalho, seja ele proveniente de colegas, gestores ou até mesmo clientes.

Este é um dado preocupante e demonstra que a obrigatoriedade da contratação de pessoas com deficiência por si só não é suficiente para combater a discriminação histórica sofrida por esta importante parcela da população e que são necessários outros instrumentos e ações para diminuir esse preconceito.

Pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, todo ser humano tem direito ao trabalho, à livre escolha de emprego, a condições justas e favoráveis de trabalho e à proteção contra o desemprego. A Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146 de 6 de julho de 2015) destina-se a assegurar e a promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais por pessoa com deficiência, visando à sua inclusão social e cidadania.

Em “Cotas: como vencer os desafios da contratação de pessoas com deficiência”, publicado em 2009 por Andrea Schwarz e Jaques Haber, sócio-diretor da i.Social, é abordado o fato de que “a legislação é importante, mas não é suficiente para as empresas incluírem em seus quadros pessoas com deficiência com qualidade e consistência.” ²

Mas, infelizmente, ainda de acordo com a pesquisa “Profissionais de Recursos Humanos: expectativas e percepções sobre a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho”, em 2016 foi constatado entre as 1459 (mil quatrocentos e cinquenta e nove) respostas dos profissionais de RH entrevistados, que 86% das empresas contratam apenas para cumprimento de legislação e, mesmo cientes deste preconceito em torno da contratação de PCDs, cerca de 73% das empresas ainda não possuem um programa de apoio para a quebra deste problema.

Quando uma empresa opta por contratar PCDs visando apenas o preenchimento das vagas destinadas pela Lei de Cotas (Lei nº 8.213 de 24 de julho de 1991), não há uma inclusão por qualidade, mas por quantidade apenas. A inclusão, na prática, deveria agregar benefícios a todos independentemente de deficiências, pois visaria o desenvolvimento e o valor da capacidade do ser humano em exercer funções e sua cidadania. “O foco ainda está direcionado para a deficiência do candidato e não em seus potenciais e qualificação, muito menos nos valores que pode acrescentar à equipe e ao ambiente de trabalho”, alerta Jaques.

A sociedade em todas as suas áreas deve trabalhar constantemente na capacitação de pessoas e profissionais para que haja a sensibilização, o atendimento adequado referente às necessidades especiais de cada um. Enquanto houver um limite entre “pessoas normais” e “pessoas com deficiência”, reforça-se uma cultura desigual e preconceituosa, dificultando avanços.

Ações fundamentais como promover informações tanto aos gestores quanto aos demais, incentivos à capacitação, campanhas de conscientização, treinamentos e incentivos fiscais para a contratação de pessoas com deficiência e o acompanhamento delas regularmente fazem parte de caminhos para aprimorar o processo de inclusão de pessoas com deficiência. ³

¹ Dados extraídos do texto Empresas brasileiras ainda resistem na inclusão de pessoas com deficiência

² Afirmação extraída do livro Cotas: como vencer os desafios da contratação de pessoas com deficiência / Andrea Schwarz, Jaques Haber. – São Paulo: i.Social, 2009 (p. 22)

³ Caminhos para aprimorar o processo de inclusão de pessoas com deficiência

Tags: , , , , , , , , , , ,

Não GosteiGostei (Sem votos)
Loading...

i.social

Sem comentários ainda.

Adicione sua resposta