Carreira

O Que Você Precisa Para Trabalhar nas Grandes Empresas de Tecnologia?

Texto extraído de: Tecmundo

Ouvir a frase “você está contratado” de grandes empresas de tecnologia pode ser o sonho de muitos — especialmente pelas companhias serem referência em bons ambientes de trabalho, vantagens profissionais, planos de carreira sólidos e ótimos salários.

Se você pretende conseguir algum desses “empregos dos sonhos”, saiba que será preciso mais do que um bom currículo. As companhias possuem a visão de que, para manter a estrutura interna sólida e, ao mesmo tempo, em constante evolução, é preciso ter funcionários que possuam habilidades e talentos que se destaquem.

No final de uma entrevista, companhias como Google, Facebook e Guidewire procuram mais do que indicações e formações: elas querem encontrar os melhores talentos. E, para que isso aconteça, os processos de contratação também são definidos seguindo as linhas de visão e política de cada empresa.

Quem não gostaria de trabalhar na Google?

Por causa da fama que conquistou de companhia inovadora, com um ótimo e descontraído ambiente de trabalho e grandes benefícios (isso sem contar os salários), a Google se tornou referência como uma empresa de tecnologia da qual todos gostariam de fazer parte.

No entanto, apesar do clima de descontração que existe entre suas paredes, a companhia é bastante exigente quanto aos perfis dos profissionais que contrata: além de possuírem uma boa formação acadêmica, eles devem ser bons em atuar com a diversidade, amarem desafios e aceitarem grandes mudanças.

O processo de contratação da Google é simples e relativamente rápido — acompanhando o ritmo como as coisas acontecem na empresa, que se baseia no mundo acelerado da internet. Normalmente, o profissional passa por uma conversa com o recrutador, uma entrevista por telefone e um encontro em um dos escritórios da empresa. Nessas avaliações, a Google busca quatro pilares básicos no entrevistado:

  1. Liderança: a empresa tem interesse em saber como você agiu e como se esforçou para mobilizar um time — independente se você ocupava ou não um cargo de “chefe” em seus trabalhos anteriores. O que eles querem saber é como você já atuou conjuntamente com seus colegas e ajudou sua equipe a ter sucesso;
  2. Amplos conhecimentos: a Google se interessa por pessoas que possuem uma variedade de forças e paixões, e não apenas conjuntos de habilidades isoladas. Além disso, ela também analisa se você tem experiência e bagagem necessárias para atingir o sucesso em sua função;
  3. Como você pensa: de que forma você resolveria um determinado problema? Este tipo de pergunta é comumente feita nas entrevistas e visa analisar como você poderia lidar com um obstáculo sem se prender a “respostas certas” — apenas mostrando sua visão e interpretação dos fatos.
  4. Características pessoais: a companhia também quer ter certeza se o ambiente e o formato de trabalho que ela oferece realmente se encaixam no seu estilo. Por isso, nas entrevistas, alguns questionamentos serão feitos para analisar se aquele é o local certo para você prosperar, considerando tópicos como suas atitudes e sua natureza colaborativa.

O que Mark Zuckerberg procura em seus futuros funcionários

Pioneiros: característica essencial para os funcionários do Facebook. Na companhia, juntamente com uma ótima formação — estudantes de doutorado são ainda mais bem-vindos —, você deve ter capacidade de resolver problemas, ser corajoso, ocasionar impactos e ser bastante informado.

Mark Zuckerberg desenvolveu como valores básicos para sua equipe aquilo que muitas outras empresas buscam: pessoas com talento e inovação. Para isso, cada funcionário precisa ter foco em resolver grandes problemas e coragem de arriscar. A empresa possui o ditado de que “a coisa mais arriscada é não correr riscos”. Ela encoraja seus profissionais a tomarem decisões audaciosas — mesmo que isso signifique errar algumas vezes.

Além disso, a companhia acredita que você deve gostar de ousar, pois mostra sua habilidade em não perder tempo. Com o ditado “mova-se rápido e quebre as coisas”, o Facebook tem a visão de que, se você nunca quebrar nada, você provavelmente não está se movendo rápido o suficiente. Para a empresa, é preciso ter menos medo de cometer erros do que de perder oportunidades.

Guidewire: a melhor das melhores

Apesar da grande fama existente em torno da Google e do Facebook, é a empresa de software Guidewire que está no primeiro lugar das melhores empresas de tecnologia para se trabalhar em 2012.

Mesmo não possuindo ambientes despojados como as duas gigantes da internet, a companhia recebeu este título por apresentar um ótimo plano de carreira, além de uma grande flexibilidade entre trabalho e tempo livre oferecida para seus funcionários. A empresa também se baseia em princípios trabalhistas mais igualitários — como diminuir a hierarquia ao mínimo possível, permitindo aos profissionais atuarem como semelhantes.

Para ser contratado na “melhor das melhores”, você precisa ter no currículo uma boa experiência, curiosidade natural em entender como as coisas funcionam, foco em fatos importantes (mas sem tirar a atenção dos problemas), boas habilidades de comunicação, organização, adaptabilidade e proatividade. Dependendo do cargo no qual você tenha interesse, no entanto, mais qualidades são exigidas.

Assim, com base nas exigências das companhias Google, Facebook e Guidewire, é possível concluir que um bom currículo — com formação de destaque e experiências relevantes — não deixa de contar na hora de tentar uma vaga. Mas, por fim, suas qualidades pessoais e visionárias também serão colocadas na balança, classificando-o (ou não) como um profissional apto a entrar em algumas das melhores companhias de tecnologia.

Fonte: GoogleFacebookGuidewire e Business Insider
Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/empresas-e-instituicoes/29132-o-que-voce-precisa-para-trabalhar-nas-grandes-empresas-de-tecnologia.htm#ixzz253v5B7Aj

Tags: , ,

Não GosteiGostei (Sem votos)
Loading...

i.social

2 Responses para “O Que Você Precisa Para Trabalhar nas Grandes Empresas de Tecnologia?”

  1. On 9 de fevereiro de 2013 at 12:01 RAFAEL MARCOS GARCIA respondeu com... #

    Toda a sabedoria vem do Senhor Deus, ela sempre esteve com ele. Ela existe antes de todos os séculos. Quem pode contar os grãos de areia do mar, as gotas de chuva, os dias do tempo? Quem pode medir a altura do céu, a extensão da terra, a profundidade do abismo? Quem pode penetrar a sabedoria divina, anterior a tudo? A sabedoria foi criada antes de todas as coisas, a inteligência prudente existe antes dos séculos! O verbo de Deus nos céus é fonte de sabedoria, seus caminhos são os mandamentos eternos. A quem foi revelada a raiz da sabedoria? Quem pode discernir os seus artifícios? A quem foi mostrada e revelada a ciência da sabedoria? Quem pode compreender a multiplicidade de seus caminhos? Somente o Altíssimo, criador onipotente, rei poderoso e infinitamente temível, Deus dominador, sentado no seu trono;

  2. On 27 de setembro de 2013 at 15:41 Teresa respondeu com... #

    Why people still make use of to read news papers when in this technological globe everything is existing on web?

Adicione sua resposta