Inclusão

Pessoas com Deficiência: Expectativas e Percepções sobre o Mercado de Trabalho – Já Trabalhou pela Lei de Cotas?

Assim como na questão anterior (conhecimento ou desconhecimento da Lei 8.213/91), observamos uma variância em relação às duas pesquisas e, nesse caso, o desvio percentual foi maior (7% comparado com 2012 e 6% a 2011). Contudo, em todos os anos a maior parte dos respondentes trabalha ou já trabalhou pela Lei de Cotas.

Leia também:

Pessoas com Deficiência: Expectativas e Percepções sobre o Mercado de Trabalho

Pessoas com Deficiência: Expectativas e Percepções sobre o Mercado de Trabalho – Escolaridade e Conhecimento da Lei de Cotas

Observamos que houve um pequeno aumento dos respondentes inseridos no mercado formal de trabalho, quando comparado o dado atual com o do ano de 2012. Portanto, os participantes desse ano estão mais inseridos no mercado de trabalho (formal ou informal), fato também observado pela suave queda do índice dos desempregados (37%).

Tags: , , , , ,

Não GosteiGostei (Sem votos)
Loading...

i.social

Uma Reposta para “Pessoas com Deficiência: Expectativas e Percepções sobre o Mercado de Trabalho – Já Trabalhou pela Lei de Cotas?”

  1. On 19 de setembro de 2013 at 8:51 Tiago respondeu com... #

    Observo que as vagas destinadas para PNE no Nordeste, em especial Pernambuco, vem caindo muito, e que as vagas que surgem são vagas que não precisa de muita formação, e com isso a pessoa que tem formação maior, fica de fora do mercado de trabalho, justamente por está mais preparado. Eu sou um exemplo disso, sou formado em Marketing, ,faço pós graduação(termino em janeiro), já atuei em grandes empresas como( ITAÚ,SANTANDER,NESTLÉ) e estou tendo enorme dificuldade na minha recolocação no mercado de trabalho. Estou parado a 5 meses, enviando currículo todos os dias, e mesmo assim nada aparece, já fui para uma entrevista, onde o próprio entrevistador falou que eu tinha uma formação muito boa para a função e que não iria ficar comigo porque o salário era muito abaixo do que eu merecia e que iria ver se arrumava outra vaga( até hoje espero a ligação).

Adicione sua resposta