Inclusão, Notícias

Projeto de Leitura para Deficientes Visuais é Apresentado na SDH

Texto extraído de: Vida Mais Livre

Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), por meio da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD), recebeu no dia 7 de agosto, em Brasília/DF, a oficina de capacitação de leitura inclusiva do projeto “Ler, Incluir e Transformar”, da Fundação Dorina Nowill para Cegos. Participaram do evento professores, educadores, bibliotecários e profissionais de instituições que trabalham com pessoas com deficiência visual.

O objetivo do projeto é levar para os profissionais que são intermediários do processo de leitura para pessoas com deficiência visual, informações para estimular e incentivar hábito da leitura por meio de oficinas com a prática de rodas de leitura inclusiva. Essa iniciativa já foi apresentada em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE) e Salvador (BA).  As próximas a receberem são Cuiabá (MT), Manaus (AM), Belém (PA), Porto Alegre (RS) e Florianópolis (SC), totalizando dez estados das cinco regiões do Brasil.

Leia também:

Obstáculos nas Ruas Dificultam a Vida de Cadeirantes e Deficientes Visuais

Deficientes Visuais Cobram Implantação de Sinais Sonoros nos Semáforos

O “Ler, Incluir e Transformar” contempla a distribuição de livros inclusivos acessíveis nos formatos falado (áudiolivro), Braille e livros Daisy (sigla em inglês que significa Sistema de Informações Acessível Digital).

A coordenadora do Serviço de Acesso ao Livro da Fundação Dorina Nowill, Ana Paula da Silva, informou que no ano passado foi feita um pesquisa nacional neste mesmo projeto sobre os hábitos de leitura das pessoas com deficiência visual. Segundo ela, o resultado ofereceu elementos necessários para fazer uma capacitação.

“Nós entendemos que as pessoas com deficiência visual não param e não deixam de ler, elas querem informações, querem acessar cultura e o que o mundo está acessando de forma impressa, nós oferecemos recursos e meios para manter estas pessoas conhecendo o que tem no mercado”, explicou Ana Paula.

Sediada em São Paulo/SP, a Fundação Dorina Nowill para Cegos trabalha para pessoas com deficiência visual. A instituição já produziu e distribuiu 72 mil exemplares de livros em todos os formatos acessíveis para todo o Brasil. Atualmente, 2,5 mil organizações estão cadastradas para receber este material. Para cadastro e recebimento de publicações, as entidades devem enviar seus pedidos para o e-mail ci.biblioteca@fundacaodorina.org.br

Fonte: Secretaria de Direitos Humanos

Tags: , , , , , , , , , , ,

Não GosteiGostei (Sem votos)
Loading...

i.social

Sem comentários ainda.

Adicione sua resposta