RH Inclusivo

Qualificação profissional das pessoas com deficiência: percepções

qualificacao-profissional-das-pessoas-com-deficiencia-percepcoes

Como está a qualificação profissional das pessoas com deficiência em 2016? Confira as percepções e expectativas dos profissionais de recursos humanos.

qualificacao-profissional-e-comportamental-das-pessoas-com-deficiencia-05

41% dos entrevistados acreditam que a qualificação dos profissionais com deficiência está na média ou acima da média. Em 2015, eram 46%. Essa percepção apresenta quedas acentuadas ano a ano.

Qualificação profissional das pessoas com deficiência

“De acordo com uma pesquisa realizada pela i.Social em 2014 com 1.725 profissionais com deficiência, a escolaridade das PcDs vem evoluindo e se aprimorando ao decorrer dos anos. Se somarmos os números de pessoas incluídas nos parâmetros ‘superior incompleto’ e ‘superior em andamento’, temos 28% dos respondentes neste nível; e, nos parâmetros ‘superior completo’, ‘pós-graduação em andamento’ e ‘pós-graduação completa’, somam-se 34% dos respondentes.”

Leia mais: Pessoas com deficiência estão mais qualificadas; como a oferta de vagas pode acompanhar esse avanço?

Podemos reparar que a crescente qualificação das pessoas com deficiência permite que elas participem de processos seletivos e sejam incluídas em diferentes empresas e setores do mercado de trabalho, o que, em tese, seria o suficiente para que o processo de inclusão seja justo e eficaz.

Comportamento das pessoas com deficiência

Na edição de 2016 da pesquisa “Profissionais de recursos humanos – expectativas e percepções sobre a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho”, realizada anualmente pela i.Social em parceria com a Catho, perguntamos aos entrevistados sobre a percepção de questões comportamentais dos profissionais com deficiência, como problemas de postura, por exemplo.

Neste ponto, tivemos uma boa surpresa ao identificar que 67% dos respondentes em 2016 – e 68% em 2015 – não percebem problemas de comportamento nas pessoas com deficiência em seus quadros de colaboradores. Conduto, esse número estava bem melhor em 2014, representando 77% das respostas.

qualificacao-profissional-e-comportamental-das-pessoas-com-deficiencia-06

67% dos entrevistados consideram que os profissionais com deficiência têm comportamentos semelhantes ou até mais adequados do que os profissionais sem deficiência. Entretanto, 26% dos entrevistados em 2016 classificaram os profissionais com deficiência com posturas levemente inadequadas (o percentual em 2015 era 27% e, em 2014, era apenas 19%). Apenas 6% e 5%, respectivamente em 2016 e 2015, apontaram posturas muito inadequadas por parte das PCDs (3% em 2014).

Acesse nosso site ou entre em contato conosco para conhecer nossos serviços de consultoria para sua empresa: isocial.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *