Carreira

Reputação Online: Você Está Cuidando da Sua?

Texto extraído de:  Click Carreira

Você não precisa ser o CEO de uma multinacional para se importar com a sua reputação online. Quase tudo o que você escreve, posta e compartilha na rede pode ser facilmente encontrado, especialmente quando você está usando as mídias sociais.

Já parou para pensar qual imagem você passa na internet? Se a resposta for negativa, é melhor começar a se preocupar com isso.

Uma pesquisa realizada pela empresa de marketing digital KBSD mostrou que 72% dos recrutadores usam ferramentas de busca online para saber mais sobre candidatos. Além disso, 48% usam informações de sites pessoais para decidir se vão ou não contratar um profissional.

O estudo também apontou que as redes sociais são fonte certa de pesquisa para os recrutadores: 63% deles checam as contas do Facebook, Twitter e blogs de potenciais funcionários.

José Luiz Weiss, diretor de Recursos Humanos da Syngenta, concorda com os resultados da pesquisa. Para ele, o uso das redes sociais, como o LinkedIn, nos processos de recrutamento é uma tendência que deve crescer cada vez mais. “As empresas tomam decisões pelo que encontram na rede”, diz.

Segundo ele, essa pesquisa mais completa sobre futuros funcionários vêm de uma preocupação de contratar seres humanos. “Se eu descubro que o candidato é um excelente profissional, mas tem um comportamento antiético, de qualquer tipo, eu talvez fique em dúvida se devo ou não contratá-lo”, exemplifica o executivo.

Sempre alerta – Ainda segundo a pesquisa, ao checar o perfil de candidatos na rede, os empregadores buscam fotos usadas sem permissão, informação inapropriada ou comentários negativos sobre a personalidade e atividade profissional do candidato, informações sobre processos criminais e, por fim, a falta de presença digital.

Se você ficou preocupado com o que eles podem encontrar pela rede, comece um trabalho de monitoramento da sua reputação online.

O primeiro passo é bastante simples: pesquise os resultados do seu nome completo nas principais ferramentas de busca online. Se você encontrar algum registro inapropriado, aproveite para apagá-lo ou solicitar que a pessoa responsável o faça. Esse gerenciamento pode livrar você de situações embaraçosas ou até salvar sua carreira.

Como lembra Weiss, compartilhar alguma coisa pela internet é sempre um risco porque não há controlar o que as pessoas vão fazer com a informação compartilhada.

Até as últimas consequências – Agora, se você já tem um emprego e acha que por isso está livre de perder oportunidades por conta do que posta nas redes sociais, preste atenção. Dados do estudo também mostram que 8% das empresas já demitiram funcionários por esse motivo.

Duvida? No Brasil, a Editora Abril, a Folha de S. Paulo e a Locaweb estão na lista de companhias que puniram colaboradores por comentários considerados inadequados.

 Agora, da próxima vez que for compartilhar um vídeo super engraçado das aventuras do último final de semana, lembre-se de que no meio da sua audiência pode estar um futuro empregador ou o seu chefe, quem sabe. 

Disponível em: http://migre.me/8rrSo

Tags: , ,

Não GosteiGostei (+2 rating, 2Votos)
Loading...

i.social

2 Responses para “Reputação Online: Você Está Cuidando da Sua?”

  1. On 27 de março de 2012 at 17:32 André respondeu com... #

    Por que as empresas de RH se preocupam tanto com o que as pessoas colocam na rede social? Por que temos de ser profissionais o tempo inteiro nelas?

    Não estou dizendo que aprovo tudo o que vejo nas redes sociais, mas querer colocar regras de comportamento nas plataformas diditais é impedir a liberdade de expressão, de se frequantar lugares e tudo mais.

    Grato

    • i.social
      On 27 de março de 2012 at 18:00 i.social respondeu com... #

      Olá André;
      Obrigado pelo comentário. Tudo o que colocamos nas redes sociais se torna público. Não há necessidade de ser “profissional” o tempo todo, pelo contrário. Mas é importante sabermos nos colocar sempre com boa postura e educação, já que as redes sociais são ferramentas adicionais para que outras pessoas – não apenas recrutadores – possam conhecê-lo melhor e formar opinião sobre você.

Adicione sua resposta